3.10.07

Tem situações na vida que realmente não têm preço. Parece frase feita e chega até a ser brega, mas é verdade. Outro dia, uma amiga que está morando em Londres enviou umas fotos de um esquilinho que apareceu em seu quintal. Ele comeu algumas nozes e se mandou. A cena despertou em mim a mesma sensação de quando a natureza interrompe o meu dia como se falasse para eu parar um pouco e respirar.

Na correria da manhã, por exemplo, não tem nada melhor que tomar café sentada, ouvindo os passarinhos cantarem no jardim. Dá até para saber se está acontecendo alguma coisa errada com eles, pela intensidade e ritmo dos assobios.

Passar de carro ou ônibus por uma árvore muito florida e torcer o pescoço para olhar para ela por mais tempo, ou observar uma flor que cai do galho como se fosse um sino e que você nunca tinha reparado que estava ali, também são momentos que me fazem ganhar o dia.

O melhor de tudo é que essas "vitórias" vêm de coisas pequenas, frutos de nossos esforços. Ver que seu bolo cresceu e se manteve cheio depois de frio é uma conquista. Transformar aquela fruta bonita e suculenta em geléia e passá-la sobre um pão fresco, recém saído do forno é outra.

Mas não é preciso nem mesmo cozinhar para sentir os prazeres da mesa e interromper o dia com um suspiro. Ali na Bela Cintra tem uma padaria minúscula, mas sofisticada, que faz uma fornada por dia. Se você chegar no fim da tarde, corre o risco de não ter quase nada para comer. Há pães, bolos e salgados de derreter na boca. O nome é P.A.O. (Padaria Artesanal Orgânica). Prove o pão de azeitonas e azeite. Você não vai querer parar de comer.

Depois, inspirado, vá para casa e tente fazer um de sua preferência. Quando ele sair fumegando do forno, coma uma fatia com uma manteiga aromática por cima e outra com uma geléia de jabuticaba, aproveitando a época. Pare, respire. Você acabou de ganhar o dia.

Geléia de jabuticaba

Ingredientes:
- quanto baste de jabuticaba
- quanto baste de açúcar
- 1 litro(s) de água

Modo de preparo:

Coloque as jabuticabas em uma tigela e amasse bem com as mãos ou com um pilão. Leve ao fogo numa panela grande, com um pouco de água. Deixe que cozinhem até que estejam macias. Passe numa peneira, para obter um purê das jabuticabas. Descarte os caroços e partes mais duras que não consiga fazer passar pela peneira.

Meça a quantidade de massa por xícaras ou copos. Volte a massa à panela, junte açúcar (para cada medida de purê de jabuticaba, coloque uma igual de açúcar). Leve ao fogo, mexendo sempre, até engrossar. Coloque em vidros esterilizados e deixe 10 minutos em banho-maria, depois de tampá-los.

5 comentários:

Beatriz disse...

Droga! Eu vim aqui justamente te dar essa dica. Saudade, Bi...

Con Gusto disse...

Que bom!! Significa que estamos pensando nas coisas boas da vida. Lembrei de seus gatinhos, que estão nesta mesma categoria!
Beijocas

Fábio Gonçalves disse...

Nossa... quando comecei a ler o post, achei q vc iria dar uma receita de esquilo. :)

Con Gusto disse...

Já pensou, Fa? Será que tem alguma cultura no mundo que coma esquilinhos?! Vou tentar descobrir!
Beijos

Ms Marques & Marques disse...

Bianca gostei muito do seu blog e esses esquilos sao fofos mesmo nao? Estou morando em Londres e no caminho do trabalho passo por um parque bem pequenino mas que moram dois esquilos q brincam sempre qdo passo de onibus... Como vc disse e a natureza chamando nossa atencao para respirarmos um pouco. Depois visite o meu blog ele tb tem algumas receitas, mas bem singelas em comparacao do seu teor e sua experiencia... rs... beijocas. (http://marquesanches.blogspot.com/)