8.7.09

Aproveitamento total!

Muito se fala sobre o desperdício - de comida, de materiais -, sobre reciclagem, reaproveitamento, produtos verdes, ecológicos. Aparentemente realmente estamos mais dispostos a cuidar do meio-ambiente. Estamos reciclando mais, prestando mais atenção ao que compramos e consumimos, mas ainda não incorporamos atitudes bastante simples ao nosso cotidiano que só acrescentariam pontos positivos a essas medidas.

Por exemplo, quando você vai à feira e compra cenouras, pede para o feirante deixar a rama? Não, né? Pois você poderia fazer algumas receitas com ela. A não ser por casos excepcionais, esse tipo de produto vai direto para o lixo. Desperdício. E de comida, o que é pior.

Culturalmente nós não sabemos aproveitar todas as partes dos alimentos que temos à disposição. Sempre tivemos fartura de terras (onde tudo que se planta dá), de água, de energia. Não passamos por grandes guerras em nosso território que nos obrigasse a fazer sopa de pedra. Com isso, não aprendemos a tirar proveito de tudo.

O brasileiro faz cara feia para as vísceras dos animais, só usa a parte nobre das frutas e vegetais, não reaproveita. Pois se estamos dispostos a nos tornarmos “verdes”, temos que praticar uma mudança de hábitos geral.

É cada vez mais comum os mercados venderem frutas, verduras e afins em pequenas porções. Metade de uma goiaba, alguns gomos de mexirica e até mesmo um pouco de salada já lavada. O ponto positivo é que evitamos o desperdício, mas temos que prestar atenção às embalagens utilizadas pelos vendedores que, muitas vezes, ultrapassam o limite do higiênico e compensam negativamente toda essa economia. É muito comum ver, por exemplo, produtos embalados pelos fabricantes e, posteriormente, pelo supermercado novamente, só para acréscimo da etiqueta de preço. O que fazer? Não comprar esse produto e deixar bastante claro ao vendedor que é por esse motivo.

Uma pesquisa realizada pela Greentech e-survey mostrou que uma das barreiras destacadas pelas empresas para não adotarem medidas ecológicas é a falta de pressão da sociedade e da mídia. O que quer dizer que nós temos um papel importante nisso e podemos participar das mudanças de forma ativa.

Existem alguns programas no Brasil que têm um papel bastante importante na educação do (a) dono (a) de casa no aproveitamento total dos alimentos. Um deles é o SESI com o “Alimente-se bem” que, criado em 1999, vem incentivando a mudança de hábitos alimentares com aulas que ensinam receitas de baixo custo com uso integral dos alimentos. Dá uma olhada: http://www.sesisp.org.br/home/2006/alimentacao/alimentese.asp

Não se esqueça que você pode comer praticamente tudo de todos os vegetais e frutas. Desde talos até cascas e folhas, desprezando apenas as raízes. Procure sempre consumir produtos orgânicos, pois assim você pode aproveitar até mesmo a água do cozimento dos legumes em outras preparações.

A seguir repasso algumas receitas com aproveitamento de partes pouco consumidas dos alimentos. São todas bastante simples de seguir, apresentar e comer. Tente e comece a fazer diferença.

Assado de talos, folhas ou cascas

(Sugestões: usar talos cozidos ou refogados de agrião, beterraba, brócolis, cenoura, nabo etc. OU cascas de abóbora japonesa e chucu)

Ingredientes:

-4 xic. (chá) de talos, folhas ou cascas bem lavadas, picadas e cozidas
-2 col. (sopa) de queijo ralado
-1 xíc. (chá) de pão amolecido molhado no leite
-2 ovos batidos
-1 cebola pequena picada
-1 col. (sopa) de óleo
-cheiro verde e sal a gosto

Modo de Preparo:

-Bata as cascas, talos ou folhas cozidas no liquidificador
-Coloque a pasta obtida em uma tigela, misture a ela o restante dos ingredientes
-Unte uma forma e despeje nela a massa. Asse até que esteja dourada

Polenta com folhas

(sugestão: use folhas de beterraba, couve-flor, nabo, rabanete etc)

Ingredientes:

-3 xíc. (chá) de folhas bem lavadas, picadas e cozidas
-3 xíc. (chá) de fubá
-sal a gosto
-2 col. (sopa) de óleo
-1 cebola pequena picada
-1 dente de alho

Modo de Preparo:

-Umedeça o fubá
-Em uma panela funda refogue a cebola e o alho com o óleo
-Junte as folhas em seguida
-Acrescente 1 litro de água fria
-Quando levantar fervura, acrescente o fubá previamente umedecido
-Cozinhe por uns 10 minutos, mexendo sempre
-Sirva quente ou fria

Patê de rama de cenoura

Ingredientes:

-1 xíc. (chá) de rama de cenoura
-300 ml de água (1 e ½ copo)
-1 col. (chá) de sal
-3 col. (sopa) de maionese
-1 col. (sopa) de cebola picada
-2 col. (sopa) de óleo
-pimenta do reino e orégano a gosto

Modo de Preparo:

-Refogue as ramas em água com sal por 10 minutos. Despreze a água que sobrar
-Bata no liquidificador e adicione a maionese, a cebola e o óleo
-Tempere com orégano e pimenta

5 comentários:

jocemara disse...

olá amiga sou jocemara do curso do sebrae seu site é muito interesante,continue assim esse é seu caminho que Deus te ilumine mais,e mais nesse site que não pode parar.São coisas básicas que a gente no dia a dia jogo fora sem pensar,parabéns e não desanime continue.ok um abraço!!!:)

Socorro Braga disse...

Parabéns, adorei o conteúdo do seu blog, eu também demorei para me dedicar totalmente a esta bela arte que é a cozinha. Sou advogada de formação, mas no momento dei uma parada para me dedicar somente aos cursos que estou fazendo para cozinha. Vou pegar umas dicas ok?

@dor@dor@ disse...

Maravilhosas receitas,eu gosto muito de aproveitar todos os alimento sei fazer um doce com a casca da banana que fica show! Parabéns pelas dicas.

Diana disse...

Boa ideia.
http://femulher.blogspot.com/

Eise disse...

Adorei a receita!é muito importante e saudável cultivar a arte do aproveitamento.beijos e te sigo!
http://minhamodaminhamania.blogspot.com/